Quais os exames mais importantes em um check-up?

Confira as 10 exames mais solicitados em um check-up completo.

15/08/2019
148
Quais os exames mais importantes em um check-up?

Segundo dados do Ministério da Saúde, um em cada três brasileiros não têm o hábito de ir ao médico com regularidade. Isso contribui para que muitas doenças, que poderiam ser evitadas por meio de um check-up completo e preventivo, acabem levando milhares de pessoas à morte, como as vítimas de infarto, AVC, câncer de pulmão, entre outras doenças.

Assim como adotar hábitos saudáveis, realizar exames de rotina é de extrema importância. Homens e mulheres, especialmente a partir dos 35 anos, devem fazer, anualmente, um check-up, ou seja, uma bateria de exames solicitada por médicos especializados.

A lista abaixo tem como base os procedimentos mais solicitados para todos os tipos de pessoas. Porém, não deixe de realizar uma consulta médica para saber quais são suas necessidades específicas.

  • Check-up clínico

    Visite um clínico geral para uma avaliação mais ampla. Ele identificará doenças e problemas de saúde que possam existir, pedirá exames e o encaminhará para especialistas de cada área.

  • Check-up laboratorial

    Aquela bateria de exames que as pessoas geralmente associam ao check-up. Exame de sangue, fezes e urina são essenciais para encontrar sinais de anemia, diabetes, colesterol, gordura no organismo, risco cardíaco, insuficiência renal, problemas urinários e verminoses.

  • Check-up urológico, ginecológico e mamografia

    Para os homens, uma consulta ao médico urologista pode prevenir doenças como câncer de próstata, alterações na função erétil e detectar possíveis causas de infertilidade. Para as mulheres, é essencial realizar exames ginecológicos, como o Papanicolau – que rastreia alterações nas células do colo do útero, detectando câncer de colo uterino, neoplasias intraepiteliais e DSTs. Uma atenção especial deve ser dada às mulheres acima de 40 anos de idade, que devem realizar tanto a mamografia quanto o ultrassom da mama.

  • Check-up cardiológico

    As doenças que afetam o coração estão entre as campeãs de causas de morte no Brasil. A visita ao cardiologista pode evitar a hipertensão arterial e diversas doenças coronárias.

  • Check-up ultrassonográfico

    Aqui são examinados abdômen, tireoide e próstata. O procedimento diagnostica doenças na vesícula biliar, cálculos renais, alterações hepáticas e alterações prostáticas, como a presença de nódulos, o tamanho deles e etc.

  • Check-up respiratório

    Muitas doenças respiratórias, como a asma, apresentam sintomas recorrentes. Fazer o check-up pulmonar é essencial para saber qual o tratamento adequado para cada caso. Um exemplo é o exame de espirometria, conhecido como teste do sopro, que mostra o volume e o fluxo do ar que entra e sai dos pulmões. Há ainda os testes microbiológicos e exames de imagem.

  • Check-up odontológico

    A consulta ao dentista precisa ser feita anualmente ou até mesmo de seis em seis meses. O check-up acontece tanto com instrumentos convencionais, como sonda e espelho, quanto por meio de procedimentos mais tecnológicos. Com isso, é possível detectar doenças em fase inicial, como cárie ou infecções gengivais, possibilitando um tratamento menos agressivo.

  • Check-up nutricional

    A boa alimentação é parte fundamental da boa saúde. Para poder avaliar a situação do seu estômago, são feitas análise de composição corporal, cálculo de IMC (índice de massa corpórea), e a orientação nutricional com elaboração de dietas funcionais.

  • Check-up radiológico

    Importante para analisar distúrbios e anormalidades dos órgãos da região torácica, como coração, pulmão, ossos e até mesmo os vasos sanguíneos do tórax. Esse tipo de radiografia consiste em uma imagem parecida com uma fotografia da área, que utiliza pequenas doses de radiação para projetar uma imagem para que o médico analise os órgãos com precisão.

  • Check-up oftalmológico

    Periodicamente, é necessário fazer uma análise completa da saúde de nossos olhos. Há várias doenças que se desenvolvem silenciosamente e, quando diagnosticadas precocemente, podem ser revertidas ou tratadas de forma eficaz. Independente da faixa etária, os cuidados com a saúde ocular e o atendimento por um oftalmologista são importantes para proteger a visão, e, por isso, é fundamental que sejam realizados periodicamente.

A rotina pode ser corrida, mas não deixe que as atribulações do dia a dia prejudiquem sua saúde. Uma boa forma de fazer o check-up acima é montar um “check list”, programando cada tipo de exame para um período do ao. Organizando tudo e marcando os exames, é perfeitamente possível garantir anos e anos de bem estar e qualidade de vida.

A maior importância de fazer um check-up completo é entender sua individualidade, afinal, não adianta pesquisar na internet os significados de sintomas. Somente um médico especialista poderá entender seu caso e indicar o tratamento adequado.

Veja mais postagens!