Os 5 tipos de prótese dentária!

Conheça qual a melhor forma de prótese dentária para você.

28/11/2019
4147
Os 5 tipos de prótese dentária!

Não importa a idade, ter um sorriso bonito e saudável é fundamental para a autoestima de qualquer pessoa. Um tratamento odontológico muito procurado é a prótese dentária, que serve não só como alternativa aos dentes reais, mas também para a manutenção das funções vitais dos dentes.

Geralmente, os dentistas recomendam a utilização de próteses dentárias com o objetivo de restaurar o sorriso por meio da substituição de um ou mais dentes que faltam na boca, ou que estão desgastados. Elas podem atuar na mastigação e a fala do paciente, ou seja, facilitando a vida!

Principais tipos de próteses dentárias

Primeiramente, o dentista vai avaliar a condição geral da boca do paciente e indicar o melhor tipo de próteses dentárias de acordo com a necessidade. O tipo de prótese indicada pelo dentista depende, principalmente, da quantidade de dentes comprometidos, ou em falta, e da condição da gengiva.

A princípio, as próteses podem ser classificadas em:

  • Parciais, quando apenas alguns dentes são substituídos na prótese.

  • Totais, também conhecidas como dentaduras, quando há necessidade de substituir todos os dentes.

  • Removíveis, quando é possível retirar a prótese para fazer a higienização.

  • Fixas, quando a próteses são implantadas na mandíbula ou os dentes faltantes são parafusados.

  • Implantes, instaladas diretamente sobre o osso da maxila ou da mandíbula.

Os 5 tipos de prótese dentária

1. Prótese parcial

As próteses parciais são aquelas indicadas pelo dentista com o objetivo de substituir a falta de algum dente, sendo normalmente removíveis, e dão mais estabilidade na hora da mastigação e fala. Normalmente, esse tipo de prótese é indicado nos casos em que não há possibilidade de fazer um implante dentário, principalmente quando a gengiva não está em condições adequadas.

Além da prótese parcial removível, há também a prótese parcial removível flexível, que possui as mesmas indicações, mas que a estrutura da prótese não é metálica e garante mais flexibilidade e conforto para a pessoa, e a prótese parcial removível provisória, que é mais indicada para tratamentos provisórios.

2. Prótese total

A prótese total, popularmente conhecida como dentadura, é indicada quando a pessoa perde vários dentes. Ela é feita de acordo com o formato, tamanho e cor dos dentes originais, evitando que o sorriso fique artificial. É mais frequentemente utilizada por idosos, que tendem a perder dentes ao longo da vida, mas também para pessoas que tenham sofrido doenças ou acidentes que prejudicaram suas arcadas dentárias.

Além de ser removível e auxiliar na fala e mastigação, a dentadura também contribui com estética do paciente.

3. Prótese removível

A prótese removível consiste em uma estrutura metálica que se apoia nos dentes naturais e rebordo (osso e tecido). Algumas vezes, são colocadas coroas sobre alguns dos dentes naturais e que servem como apoios para a prótese. Essas próteses devem estar bem ajustadas em todos os tecidos e não deve causar lesões em sua boca.

As próteses removíveis oferecem uma alternativa móvel para as pontes e é possível conseguir boa estética e função e com essa modalidade protética.

4. Prótese fixa

As próteses fixas são indicadas quando há necessidade de preencher espaços com ausência de dente, no entanto, o uso desse tipo de prótese está entrando em desuso. Isso porque não é possível realizar a higienização da prótese de forma individualizada, já que é fixa, além de que a colocação de implantes têm se mostrado uma opção terapêutica mais eficiente e que garante resultados estéticos e funcionais melhores.

As próteses fixas podem ser colocadas sobre dentes ou sobre implantes, dependendo da condição da pessoa, e o material em que são confeccionadas pode ser resina ou porcelana.

5. Implantes

Já os implantes dentários são indicados quando há necessidade de substituição da do dente e de sua raiz, podendo servir como suporte para a colocação de prótese sob implante. Os implantes são indicados em situações em que a resolução da condição não pode ser feito com dentadura. Assim, opta-se por fixar uma peça de titânio no maxilar, abaixo da gengiva, que serve de apoio para colocar o dente. As estruturas são colocadas diretamente sobre o osso maxilar ou da mandíbula.

Os implantes funcionam como substitutos da raiz do dente. Eles oferecem suporte para a prótese, que pode ser parafusada ou encaixada sobre eles.

Cuidados com as próteses dentárias

Além de manter a prótese dentária sempre bem higienizada, é importante ir ao dentista periodicamente para que seja feita avaliação da prótese, bem como verificar a necessidade de substituição. Marque uma consulta com seu dentista para saber como fazer o procedimento e tenha o sorriso que sempre quis!

Veja mais postagens!