6 motivos para consultar um reumatologista

Saiba quando procurar a ajuda de um reumatologista

30/08/2019
1067

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que existam no Brasil, atualmente, mais de 15 milhões de pessoas acometidas por doenças reumáticas, acarretando, além de um sofrimento pessoal, uma grande sobrecarga socioeconômica para o país.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, as doenças reumáticas estão entre as principais causas de incapacidade física e afastamento temporário ou definitivo do trabalho.

Estas doenças são tratadas por um reumatologista, que é o médico clínico especializado no diagnóstico e tratamento das doenças que acometem os ossos e as articulações, conhecidas popularmente como “reumatismos”.

O reumatismo, de fato, não é uma doença, mas um termo geral para caracterizar cerca de 130 doenças que afetam, principalmente, as articulações (juntas), embora também possam afetar os sistemas respiratório, gastrointestinal e a pele, entre outras partes de nosso corpo.

Os tipos mais conhecidos de reumatismo são:

  • Artrose, diversas formas de artrite, algumas acometendo inclusive crianças;

  • Gota, doença causada pelo excesso de ácido úrico;

  • Osteoporose;

  • Fibromialgia;

  • Síndrome de Sjögren, caracterizada pela presença de olhos e boca seca;

  • Febre reumática;

  • Tendinite, bursites e diversas doenças que acometem a coluna vertebral.

Portanto, para que o tratamento de um tipo específico de reumatismo tenha sucesso, primeiro é necessário um diagnóstico correto do problema apresentado pelo paciente.

Quando preciso procurar ajuda de um reumatologista?

Alguns sintomas de doenças reumáticas são mais comuns. Confira alguns deles:

  • Dor articular, principalmente associada a um aumento de temperatura e tamanho da articulação;

  • Dor nas costas: cervical, torácica ou lombar;

  • Presença de rigidez articular prolongada, mais comum pela manhã;

  • Dor no corpo generalizada, associada à fadiga;

  • História familiar

Alguns cuidados podem prevenir o agravamento dos sintomas, como a atenção à boa postura, a prática de exercícios físicos, beber muito líquido e se alimentar de forma saudável. Procure um especialista para saber qual o melhor tratamento para você!

Veja mais postagens!